domingo, 13 de setembro de 2015

Calmaria

O barulho dentro da gente é tão grande que às vezes o melhor a fazer é calar.
Ou não, talvez o melhor fosse gritar até esvaziar todo o barulho que ecoa.
Na realidade, não sei qual a melhor atitude a se tomar.
Sei apenas que em momentos assim prefiro o silêncio.
Ele me entende melhor do que ninguém.
Ele me entende melhor do que eu mesma.
É, taí, o melhor a se fazer é calar e esperar tudo se acalmar.
Mesmo que a calmaria seja superficial.

domingo, 30 de agosto de 2015

Deixa

Foi quando parei de dar razão para o que diziam de mim que aprendi a levar a vida mais levemente.
As pessoas falam, elas sempre vão falar, não importa o que você faça e cabe a nós mesmos filtrarmos cada coisa que chega ao nosso ouvido, afinal só você sabe da sua verdade.
Não dá pra se deixar levar por julgamentos de terceiros, não dá pra se deixar abalar por cada ofensa recebida ou por cada mentira dita a seu respeito.
Quem mais além de você sabe das suas lutas diárias? Dos seus sacríficos e esforços? Ninguém!
Por mais que exista alguém que te conhece como a palma da própria mão, ela jamais saberá como você realmente lida com o que sente e como lida com os seus próprios monstros.
Deixa falarem, deixa julgarem, deixa que digam do que não sabem, só deixa, e segue a vida, afinal ela é muito curta pra você ficar se prendendo a achismos alheios que não lhe acrescentam em nada.
Deixa pra lá e viva, afinal a vida é sua


quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Sobre mudanças

Quando você sai de casa deixa um pedaço do coração lá e planta um pedaço no novo lugar pra onde foi.
Isso torna a vida mais emocionante e da até um certo sentido a ela.
O maior problema disso tudo é conseguir cuidar de ambas plantações, e se dedicar a elas como merecem.
Cabe a você tirar o melhor de toda essa experiência e saber lidar com os altos e baixos disso tudo da melhor forma possível.
Porque no fim, não importa pra onde você vá, vai sempre faltar um pedacinho pra sua alegria ser completa.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Das ironias da vida


Quão irônico é uma pessoa que gosta de endireitar todas as coisas, ser torta por completo?
Dos dedos das mãos até os sentimentos?!
Talvez seja para aprender e aceitar que não dá para se endireitar tudo.
Que as sinuosidades da vida podem ser responsáveis por grandes acontecimentos.
Que nem sempre a linha reta é o melhor jeito de se chegar aonde quer.
E que é preciso ser flexível.

                 



domingo, 16 de novembro de 2014

Volúvel

Constantemente inconstante, essa sou eu.


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Dos mistérios da vida

Se tem algo que me impressiona são as interações humanas.
Como elas podem ser surpreendentes ou traumatizantes.
E mais incrível ainda é notar como essas interações ocorrem.
Às vezes da melhor forma possível e com a maior naturalidade.
Às vezes da pior forma possível e com a maior tensão.
Não sei exatamente qual é o fator determinante para que tudo corra bem ou seja um total fiasco.
Talvez ideais iguais, pensamentos relacionados, sintonia, convivência, experiências de vida...
Talvez nenhum desses quesitos, simplesmente tinha que ser assim e foi...
Aquela pessoa tinha tudo pra ser a pior experiência do seu dia e foi (infelizmente).
Em contrapartida a outra tinha tudo pra ser o melhor do seu dia e ela foi (ainda bem).


domingo, 7 de setembro de 2014

Afago

Por um mundo com mais beijos na testa, porque por mais excitante que seja um amasso, é um afago na alma se sentir especial.
Por um mundo com mais mãos dadas, porque  é prazeroso saber que alguém te quer ao lado enquanto percorre seu caminho.
Por um mundo onde existam mais abraços apertados, que duram aqueles 30 segundos a mais, porque é nesse momento que os corações se tocam.
Por um mundo mais leve e delicado, onde os pequenos gestos sejam mais constantes.

domingo, 10 de agosto de 2014

Coincidências

Se certas coisas não são sinais, não sei o que são!
Trate como preferir, coincidências, sinal de Deus, dos cosmos, do universo, do destino... Mas concorde comigo que às vezes a vida nos surpreende.
Uma música que te persegue e te faz lembrar alguém,  uma pessoa que você sempre encontra "por acaso", um desconhecido que parece ser conhecido de vidas passadas, um nome que é mencionado diversas vezes em situações diferentes,  um objeto que está sempre presente, um cheiro que te lembra alguém ou momentos....
Seja quem for o responsável por essas surpresas, só sei que às vezes é assustador, às vezes gratificante e às vezes um belo afago na alma.


quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Surte


Não adianta, a vida tem dessas coisas, te passar uma rasteira quando você menos espera.
Vai doer, vai machucar e você vai ficar confusa sem saber o que fazer.
Essa é a deixa para você surtar um pouco.
Grite, escreva, esmurre a parede, desabafe, chore...
Coloque pra fora o que te angustia e tente aliviar a carga.
Porque ninguém foi feito de ferro e tão pouco tem a obrigação de ser forte sempre.





segunda-feira, 14 de julho de 2014

Implícito

Não sei expressar sentimentos, esse nunca foi o meu forte.
Daí parece que não sinto, ou que não me importo.
Mas me entenda, o fato de não demonstrar não quer dizer que não sinta.
(Cá entre nós, creio até que sinta demasiadamente)
O problema é que não sei como agir em algumas situações.
Daí fica essa coisa, meio abafada, meio subentendida.
Só que nem todo mundo sabe ler as entrelinhas e acabam me interpretando de maneira errada.



quarta-feira, 18 de junho de 2014

Lume

Como me incomoda gente de alma pequena, que age com mesquinharia e se acha superior aos outros.
Talvez gente assim não tenha noção de o quanto é degradante se preocupar mais com a vida alheia do que com a própria.
O quanto é ridículo tentar se sobrepor prejudicando os outros em vez de conseguir isso por méritos próprios.
Quanto mais conheço gente assim, e elas infelizmente não são poucas, mais me convenço de que a existência delas nesse mundo é só pra nos ensinar como não devemos ser.
Nos mostrar o quão triste é se incomodar com a alegria alheia, tentar puxar o tapete de terceiros e se sentir ameaçado por pessoas das quais você desmerece.
O quão triste é não ter luz própria e tentar ofuscar a dos outros.

O que brilha com luz própria, nada pode apagar.
Pablo Milanez




quarta-feira, 28 de maio de 2014

Vita

Ah a vida, essa coisinha tão surpreendente, não é mesmo?
Ela te dá rasteiras, às vezes, e parece até rir das situações com as quais você se dá mal.
Faz com que você se sinta um nada e até pense em desistir de fazer com que ela valha a pena.
Mas por incrível que pareça, ela se encarrega de dar meia volta, te surpreender e te fazer acreditar que há caminhos melhores para seguir.
Pensando bem, que grata surpresa a vida ser essa criança traquinas que em alguns momentos faz piadas com sua cara e em outros te abraça da melhor forma possível.
Que ela continue sendo sempre assim, nos surpreendendo e nos mostrando o quanto vale a pena esperar pelo próximo dia, mês, ano... pela próxima surpresa!



segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Sobre amizade

Amigo pra mim é sagrado.
É quem tá contigo e não abre, é aquela pessoa que se você precisar, estará lá pra te estender a mão.
É quem te apoia e acredita em você, até mesmo quando nem você acredita mais.
É quem se lembra de você não só nos momentos de agonia, mas principalmente nos de alegria.
É quem pergunta como foi o seu dia e deixa de falar por um minuto dos próprios problemas.
É quem te chama atenção quando preciso.
É quem conhece os seus defeitos e mesmo assim permanece ao seu lado.
É quem te ajuda até mesmo quando você não pede.
É quem se preocupa contigo e quer te ver bem.
Amigo pra mim é quem se importa e a verdade é que muita gente não se importa mais. 
Às vezes, nunca se importou.


quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Viva

Entenda que você não é tão azarado assim, não é só contigo que acontecem coisas ruins, não é só você que tem problemas e não é só em você que a vida prega peças.
Todo mundo tem seus dias bons e ruins, a única diferença é que a maioria das pessoas vive a vida e não fica se queixando toda hora, pra todo mundo e dando mais valor pras coisas ruins do que pras boas que acontecem.
Reclame menos e viva mais!


domingo, 8 de dezembro de 2013

Saudade

Saudades de pessoas, momentos, lugares, perfumes...
Saudades do que  já fui, do que aconteceu e até do que não aconteceu.
Saudades de mim, de ti, de nós.
Saudades, apenas.



Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...